0

Tutorial: Pegando o ônibus em Dublin

Olha quem voltou com mais um tutorial! Tava na hora, né. Muito bem, hoje falarei do querido e amado ônibus.

1° Passo – Aonde você vai?

Antes de mais nada, você precisa saber onde estão os pontos que você vai embarcar e sair. Para isso nós usamos o Google Maps.

2015-04-17 20.17.45

No exemplo usei a minha rota de ônibus de todo dia. Ou seja, eu entro no ponto chamado “Willsbrook Estate” e saio no “Trinity College”. Não precisa se preocupar porque dentro do ônibus tem um sistema de som que informa qual o próximo ponto, mas mesmo assim eu sugiro ficar com o celular na mão.

Aqui o Google diz pra pegar o ônibus 25B.

2° Passo – Quanto vai pagar e como?

Se você está indo com dinheiro, entre no Calculador de Tarifas do Dublin Bus. Se estiver de Leap Card, pule esse e o próximo passo.

cats

Em vermelho, o número do ônibus que você vai pegar. Em roxo, o sentido. Em verde, o ponto que você entra no ônibus. Em azul, o ponto que você desce. Clica ali no botãozinho.

sdgjl

Então você vai pagar 3.30 para ir até o centro. Isso se você não tem o Leap Card e vai de dinheiro.

3° Passo – Entrando no Busão

Dinheiro: a primeira coisa que você faz é se dirigir ao motorista e dizer para onde você vai. “I’m going to Trinity College”. Ele vai te dizer que o preço é 3.30. Você despeja suas moedas no buraco na janelinha e ele te dá um ticket que é a sua passagem. Fique com ela até o final da viagem porque o fiscal te dá uma multa se você não tiver ticket. Importante: você tem que dar o dinheiro exato, porque o motorista não vai te dar troco. Se você não tiver o valor certo, ele te dará um papel que equivale ao troco e você tem que passar em um posto do Dublin Bus pra pegar seu troquinho de volta. (puta trabalho, vai de moedinha mesmo amigo)

Leap Card: Aqui temos duas opções. A primeira é: você encosta seu cartão na maquininha que fica na esquerda e a tarifa padrão será cobrada. A segunda é: você pede pro motorista descontar exatamente o preço da distância. Nesse caso você vai até ele e fala que vai para tal lugar, e ele desconta o dinheiro certo.

Agora você senta e relaxa. Quem sabe vai até no andar de cima pra apreciar a vista? É bem legal.

4° Passo – Saindo do Busão

Você não precisa encostar seu Leap Card na máquina de novo.

Você vai ouvir o nome do seu ponto no alto falante e vai apertar o botão de parar. Aí você agradece o motorista e deseja um bom dia, desce do ônibus, e segue sua vida.

_____________

Um aplicativo muito bom e que eu recomendo é o Moovit. Nele você consegue ver os horários que seu ônibus vai passar e ele até mesmo dá uma de Google Maps e te guia pelo caminho. Além de a interface dele ser muito fofa e simples de usar. Para baixar o Moovit clique aqui (android) ou aqui (ios).

queria eu estar recebendo para promover o app ;-;

É isso, fellas. Não é tão difícil quanto parece, e a vista do segundo andar é até que bem legal. O serviço de ônibus é sempre pontual, muito eficiente e seguro, por isso use e abuse. Espero que isso ajude qualquer um que vá pegar o transporte público em Dublin!

A gente se vê por aí!

Anúncios
0

Semana caótica e… Emprego?!

*sips tea like I don’t care*

Fiquei sumida MAS eu tenho bons motivos.

1° – Estava louca procurando um lugar novo pra ficar. A minha vaga no apartamento era temporária (até dia 1/04) e eu estava procurando casa fazia quase um mês e nada. Aí eu fiquei meio desesperada e um pouco em pânico. No final deu tudo certo e estou morando no melhor lugar que poderia ter pedido.

2° – Estava sem Internet desde sexta-feira passada. Hoje finalmente os caras da UPC vieram aqui em casa e arrumaram as coisas, e agora HABEMUS INTERNET!

representação fiel minha de quando recebi por mensagem que já tínhamos internet

Bom, que tal relatar os acontecimentos recentes?

  • Me mudei. Sim, eu consegui uma vaga maravilhosa em uma casa melhor ainda e com as melhores housemates que eu poderia ter encontrado. Literalmente a ÚNICA coisa negativa é que fica longe do centro (longe diga-se 20 minutos de ônibus). Olha aqui:
blegh

Meio longinho rsrsrs (clica pra aumentar)

O nome do lugar que estou é Lucan, que fica em Dublin 22. Novamente, a única coisa ruim de morar aqui é que é relativamente longe do centro. Mas aqui é um bairro?? cidade?? residencial, cheio de casinhas adoráveis e ENORMES(!!), mercados gigantes, segurança, gente bonita, shopping center e vizinhos prestativos.

Minha casa é a coisa mais linda do mundo e eu estou in love por ela no momento. A cozinha é gigante e a sala é mega confortável. Os quartos são grandes e o meu é uma suíte. Tá tudo pintadinho e arrumadinho. Comigo moram mais três brasileiras e uma canadense, todas muito fofas e queridas. O processo de mudança começou no sábado, mas eu cheguei aqui no domingo à tarde. Só hoje conseguimos a internet e a TV. Agora é festa.

  • Andei pela primeira vez no segundo andar do ônibus!!!!

  • Meus lindos livros comprados pelo Book Depository chegaram e eu estou devorando The Scorch Trials como uma maníaca. Pra quem quer comprar livro em inglês é muito bom e eu super recomendo. Ah, a melhor parte é que o frete é grátis pra qualquer lugar do mundo!
  • Amanhã é feriado de Páscoa (amém).
  • Passei a ter aulas no prédio novo da escola. Antes de nos mudarmos pra lá, estávamos tendo aula em uma sala num hotel não muito longe, mas era apertado demais. Agora tem bastante espaço pra todo mundo e lá é bem legal.

Não sei como explicar isso, mas eu literalmente não vi o dinheiro sumindo da minha conta. Lembro que um dia eu olhei e tinha quase meus 3k lindos ali, e depois de uns dias caóticos e cheios de gasto (GNIB, depósito, aluguel, mercado, etc) fiquei me sentindo meio pobre. Mas ainda não atingi a linha vermelha da ZONA DE PERIGO.

Enfim, já que consegui tirar meu GNIB, comecei a procurar por um emprego. Sim, caros leitores, vossa pequena autora de apenas 18 anos de idade, recém formada no Ensino Médio, está a procura de um trabalho. Já imprimi meu currículo e entreguei pra alguns lugares, mandei uns e-mails, etc. Agora é continuar procurando até achar um que pague minhas contas.

eu no meu primeiro emprego – só que não

Acho que não tenho mais nada pra contar. Agora que finalmente consegui me estabilizar em algum lugar, talvez eu consiga manter o blog atualizado como eu tinha prometido. Por enquanto está tudo indo bem. Espero que continue assim.

A gente se vê por aí!

0

Long time no see fellas

Olha que legal, eu tomei vergonha na cara e resolvi atualizar o blog depois de quase 20 dias.

Não que tenha muito pra contar, na verdade. St. Patrick’s. Rolês. Sorvete de seis euros.

Seis. Euros. Dá pra acreditar nisso? Paguei SEIS euros num sorvete estilo grego de framboesa com pedaços de chocolate da Ben&Jerry’s, e eu fiquei meio brava. Achei que estava na promoção. A maldita plaquinha dizia que tava 3,50. Tesco, eu te odeio.

Mas tudo bem. Acho que foram os 6 euros mais bem gastos no mercado. O sorvete é bem daora e curti pra caramba. Acho que vou mandar um e-mail pedindo pra abaixarem o preço. Vida de estudante não é fácil, galera.

Como todo mundo sabe, o St. Patrick’s aconteceu essa semana, mas vou fazer um post exclusivo pra ele (minha vó está quase arrancando os cabelos de curiosidade. Eu tardo, mas não falho, ok?)

Estou tendo aulas numa sala de hotel no momento, pois a minha escola comprou mais um prédio, que ainda está em reforma. Mas acho que na semana que vem a gente já vai se mudar pra lá. É praticamente na frente do prédio original, então não vai mudar muita coisa.

Amanhã eu vou pegar os papéis na escola, e segunda-feira eu finalmente vou tirar o meu GNIB.

Se tudo der certo, domingo vou no Phoenix Park ver os veadinhos e passear.

Hoje meu professor corrigiu meu currículo, então só falta imprimir e sair distribuindo por aí. Preciso de um emprego o mais rápido possível para poder fazer isso:

eu nadando nas notas de 500 euros

Agora tenho que ir escrever os outros posts. Vou ver se mantenho o blog atualizado daqui pra frente. Essa era uma meta do intercâmbio e já estou descumprindo. Que feio, Roberta.

Paciência. Odeio prazos e responsabilidades. Vem cuidar de mim, mãe.

A gente se vê por aí!

1

Guia Prático de Sobrevivência #1

Esse é um post que eu queria fazer faz um tempo, mas só agora tomei coragem e fui pesquisar as coisas direito. Aqui tem muita informação valiosa e pode-se realmente salvar uma vida com isso.

LAVANDO A ROUPA

Aprenda a não manchar suas roupas

O Guia Completo (separando por cor, entenda a etiqueta, produtos, etc)

Lavando roupas delicadas

Como lavar roupas íntimas na pia (em inglês) isso é bom principalmente em países de clima frio, já que aí você pode deixar secando no aquecedor e ter sempre uma disponível.

— Lavando sutiãs: na piana máquinaoutras dicas  (todos em inglês)

Quando lavar seu sutiã?

— Como lavar peças jeans 1 e 2

— Meias:  na pia (em inglês) – tirar o chulémeia-calça

— Manchas:  suor – vinhobatomcerveja – sangue – outras

Simbologia nas etiquetas

PASSANDO A ROUPA

Manual

Dicas

Vídeo

POUPAR DINHEIRO

Como economizar

Economizando energia

— Dicas 1, 2, 3

Como saber se sua conta de celular está vindo muito alta (inglês)

54 maneiras de poupar grana (em inglês)

Sete aplicativos para ajudar nas finanças

Sites de controle de finanças

Por enquanto esse é só o primeiro Guia Prático. Mas mesmo assim acho válido salvar essas dicas, porque nunca se sabe, né?

A gente se vê por aí!

0

Contagem regressiva #5 e primeiro vídeo do canal!

No último Contagem Regressiva eu falei que achava que nem tinha tantas blusas de frio assim e — damn, I was so wrong. So so so wrong. Joguei tudo de inverno que eu tinha dentro da mala e nossa, fiquei surpresa com a quantidade de roupa.

Bom, eu assisti os vídeos do Marião na Europa (clique aqui e aqui) sobre fazer a mala e eu percebi que talvez esteja levando coisa demais. Acho que o medo da minha avó de que eu passe frio me contagiou um pouco. Na verdade, eu queria levar bastante coisa porque queria segurar o máximo de grana que desse pelo maior tempo possível. Ou seja, queria evitar de fazer compras e gastar o dinheiro muito rápido.

Não é como se eu fosse uma descontrolada nem nada — pelo contrário, acho que sou mão-de-vaca demais. Odeio gastar dinheiro, principalmente o meu, especialmente se for contado (hehe).

Imagem ao vivo da Roberta procurando dinheiro pra pagar algo de mais de R$20,00

Acho que foi o post no blog que convenceu Deus a me deixar gravar o vídeo, porque consegui rapidinho depois. Ele já está no meu canal do Youtube, mas tudo bem, eu publico aqui também se você tem preguiça de ir olhar.

Como vocês podem ver, não fico muito a vontade na frente de uma câmera gigante.

Outra coisa que eu queria dizer é que atualmente O EURO ESTÁ MENOS DE TRÊS REAIS SEGUNDO O E-DUBLIN, então é melhor correr, negada. Vamo falar pra mamãe comprar o money rapidinho hahah.

A gente se vê por aí! ♥

0

Dicas de segurança para viajantes internacionais

Nossa, post no blog três dias seguidos? Roberta, o que está acontecendo com você??

Calma, pequenos gafanhotos. É que eu estava buscando informações úteis na hora de viajar e pensei “bom, é melhor compartilhar, já que eu sou uma pessoa legal outras pessoas também passarão por isso e eu quero que a experiência delas seja tão boa quanto a minha”. Simples assim  🙂

Enquanto degusto a minha Oreo, compartilharei as infos que achei nos confins da internet.

— Não ande com carteira e principalmente celular no bolso de trás. Qualquer ladrão mais experiente pode te roubar e sumir de vista em um segundo.

— Não pergunte a um total estranho se ele pode tirar a foto pra você. Entregue seu celular/câmera só nas mãos de guias turísticos ou pessoas que trabalham por ali.

Não acesse a sua conta bancária pela internet se você estiver usando Wi-Fi aberto.

— Olhe sempre ao redor. Pessoas desavisadas e que ficam com a cara enfiada no celular são as preferidas dos ladrões.

— Saiba que locais lotados (como pontos de ônibus e estações de trem ou metrô) são pratos cheios pros ladrões roubarem coisas dos seus bolsos. Tenha atenção extra.

— Evite usar bolsas ou mochilas sem zíper, porque é muito mais fácil enfiar a mão dentro da sua bolsa se ela está praticamente aberta.

— Preciso comentar do “não aceite carona de estranhos”?

— Sempre olhe para trás quando for sair de algum estabelecimento. Com as distrações da cidade, é fácil deixar um casaco ou um aparelho em cima da mesa.

— Pelo amor de Deus não vá sair com a sua câmera de US$2.500,00 e suas joias de ouro 30 quilates na rua. Deixe-as em casa (em um cofre, de preferência). No caso da câmera, guarde sempre que não estiver em uso.

— Não deixe sua mochila/bolsa desacompanhada — e por isso eu quero dizer aos seus pés ou apoiada no canto da cadeira. De preferência, ponha no seu colo ou enrole a alça na sua perna.

— Essa dica é preferencialmente para mulheres, mas não excluo a possibilidade de homens também precisarem: sempre fique de olho na sua bebida. Se você está distraída, é muito fácil aquele moço que está te paquerando enfiar alguma droga no seu copo e te estuprar. Eu queria estar brincando, mas infelizmente não estou.

— Mantenha seus amigos e familiares informados do seu paradeiro e esteja sempre online. Se você sumir misteriosamente do facebook por dois dias, as pessoas vão começar a estranhar e buscar ajuda se você estiver precisando.

.

Bom, essas foram as dicas que eu achei pela internet. Mas acabei achando um site australiano que também tem dicas muito boas, por isso vou compartilhar algumas delas aqui:

— Pergunte a algum nativo, recepcionista de hotel ou até mesmo o garçom quais lugares são ou não são seguros.

— Regra geral: ruas que têm mulheres e crianças em abundância são seguras para a família e, portanto, seguras para você.

— Quando avistar suas malas na esteira do aeroporto, pegue-as. Não espere elas darem a volta ou alguma outra pessoa pode pegar e sumir com elas.

— Não se destaque na multidão!!! Algumas dicas incluem:

>Mesmo se você estiver perdido, ande como se soubesse exatamente onde está indo.

>Combine suas roupas com o estilo local. Não vá sair na rua com aquele outfit óbvio de turista, como uma camisa de cor muito chamativa e uma câmera gigante no pescoço.

>Seja discreto quando for ver um mapa.

>Preste atenção nas pessoas ao seu redor. Fique de olho se alguém estiver mostrando mais interesse do que algum simples passante.

— Essa dica eu achei sensacional e vou tentar: leve consigo uma carteira-alvo com um pouco de dinheiro dentro. Nesse caso, se você for assaltado, você entrega a carteira falsa e fica com a verdadeira e corre feito louco na outra direção.

Nunca ande com toda a sua fonte de dinheiro em um só lugar. Ou seja, não ande com dinheiro vivo, cartão de crédito e cheque na sua carteira; se ela for roubada, você estará não só sem nenhum dinheiro, mas dificilmente vai conseguir outro cartão tão rapidamente. Experimente levar dinheiro na carteira, os cartões em um bolso interno, e o cheque na necessaire (ou sei lá).

Nossa. Esse post ficou meio grande. Mas pelo menos agora estou com a consciência limpa de que informei corretamente a todos sobre algumas dicas de segurança. É sempre melhor ir prevenido, certo? O próximo post será sobre dicas de seguranças para mulheres, já que nós, de alguma forma, estamos mais sujeitas à violência. Triste isso.

A gente se vê por aí! ♥