0

Conheça Dalkey!

11175032_10205931495462623_5016145436285308692_n

Rafa, eu, Lara, Rafa e Rafa (sim, são duas Rafaelas e um Rafael)

IMG_1073

Eu, Lara e Rafa

No dia 23 de abril, eu e uns amigos da escola resolvemos pegar uma quinta-feira de sol e ir a Dalkey!

Dalkey é uma cidadezinha na costa leste da Irlanda, não muito longe de Dublin. Pegamos o DART sentido Bray e 20 minutos depois estávamos nessa adorável vila cheia de casa de gente rica.

IMG_1075 IMG_1079 IMG_1078

A cidade tem uma aura muito calma e tem bem cara de cidade de interior, apesar de ser na costa (??). Os bares e restaurantes são muito agradáveis e bonitos de se fotografar hahah

IMG_1080 IMG_1084 IMG_1083

Um dos primeiros lugares que fomos foi uma lojinha bem pequena, porém simpática. Ela fica na rua principal e tem umas coisas tão fofas e adoráveis que fiquei com vontade de comprar tudo!

IMG_1085 IMG_1102 IMG_1096 IMG_1093 IMG_1092 IMG_1088 IMG_1086

Saímos da lojinha e, quando viramos a cabeça pra esquerda, vimos o bequinho mais adorável do universo. Todos nós surtamos um pouco e fomos dar uma turistada por lá – as pessoas nos olhavam estranho porque estávamos com mochilas enormes nas costas e câmeras maiores ainda no pescoço. Juro que só faltou a camisa florida e a placa “sou turista”.

IMG_1104   IMG_1110 IMG_1107 IMG_1106

IMG_1112 IMG_1120

A Rafa Docinho é simplesmente louca por cachorros e tentou roubar todos da cidade.

IMG_1121

olha essa carinha de felicidade do cão ❤

Passamos também na única igreja da cidade, que é bem grande e bonita. O jardim dela é simpático e nós comemos o lanche da tarde no banquinho que tinha lá.

IMG_1127 IMG_1133 IMG_1138

Continuamos seguindo pela rua principal até chegarmos na rua que dava pro pier. Só que essa rua só tem casa de gente rica. Eu juro por Deus que são as casas mais bonitas que já vi na vida – e tinha até castelo!!

IMG_1165

um castelo!! Enorme!! Eu quero morar aqui!!

IMG_1156 IMG_1161 IMG_1160 IMG_1159 IMG_1158

Continuamos descendo a rua até chegamos no pierzinho.

IMG_1166 IMG_1168 IMG_1167 IMG_1196 IMG_1198

O mar aqui não tem o mesmo cheiro do mar do Brasil. Achei estranho. A água, obviamente, é mega gelada, mas muito azul. Uns garotos meio dementes até entraram na água, mas saíram rapidinho e todos vermelhos.

Na nossa parada no pier rolou chimarrão, Raul e muitos selfies.

IMG_1200

o pessoal tomou chimarrão o dia todo e a gente até invadiu um bar pra usar o banheiro lol

IMG_1184 IMG_1182

Todo lugar está cheio de flores! As tulipas de Dalkey são simplesmente gigantes! Tá tudo bem colorido e alegre, e a semana que nós fomos foi a que fez mais calor até agora.

IMG_1139 IMG_1153 IMG_1152 IMG_1151 IMG_1149 IMG_1148 IMG_1145 IMG_1144

Andamos e andamos bastante. A cidade é cheia de casas de luxo e as coisas são meio caras. O único mercado da cidade (até onde vi) é um Super Valu, que não tem exatamente super preços. Muitos, muitos casarões chiques, modernos, vintage, pra todos os gostos.

Quando pegamos o DART de volta pra casa ainda nem estava escuro. O sol estava se pondo, mas estava ficando bem frio bem rápido.

IMG_1211

entrada da estação de DART

Mesmo estando bastante sol, o vento do mar elimina qualquer possibilidade de ficar só com um casaquinho. Nós sentamos todos na pedra do pier com os casacos grossos e tomando um solzinho na cara haha

Na volta eu estava muito cansada. Andamos quase o dia todo, mas valeu a pena. Dalkey é muito fofa e eu recomendo o passeio, mas não espere ter muita coisa pra fazer. Leve seu chimarrão, lanchinho e música, sente no pier e aproveite o delicioso sol da primavera.

Para ir: Pegue o DART sentido Bray na estação Tara Street. O custo total da viagem (ida e volta), para estudante, deu menos de cinco euros.

A gente se vê por aí!

Anúncios
0

Os grupos do Facebook que vão te ajudar em Dublin

Como vão? Que tal um post útil de vez em quando? Venho aqui compartilhar sábios recursos para os futuros intercambistas.

Todo mundo sabe o quão importante é a internet hoje em dia. Nem se comenta do tal amado e odiado Facebook. Mas o que ninguém te conta é que ele pode ser uma baita ferramenta na hora do aperto, ou até mesmo pra saber o que se passa na comunidade brasileira em Dublin. Vamos começar com o básico do básico dos grupos do Facebook.

1- Classificados Dublin

O maior classificados de Dublin tem de tudo e mais um pouco: gente vendendo comida, anunciando seu serviço, denúncia, conselho, venda de roupas e outros artefatos, anúncio de moradia, e tudo mais o que você pode imaginar. Se você quer, lá tem. Entre no grupo antes mesmo de vir pra Dublin e fique ligado na situação da cidade.

htredfe xcvnjk

2- Classificados Calcinhas in Ireland

Se você é mulher, o Calcinhas é o grupo que vai facilitar a sua vida. É a verdadeira comunidade feminina em Dublin. Cada uma se ajuda, vende roupa, faz bazar, vende comida, doa remédios, oferece serviços de manicure, pedicure, depilação, sobrancelha, cabeleireiro, etc, etc, etc.

Grupo exclusivamente para mulheres.

bfvrhuhifjerp[ cats-uhfwe

3- Promoções e Ofertas Dublin

Só recentemente descobri essa PÉROLA!! Aqui os membros postam onde viram produtos com descontos, ajudando os pobres companheiros pobres a poupar dinheiro.

bfueiojhpr grejwdewlre

4- Rent in Dublin/ALUGAR em DUBLIN/variações

Os dois são grupos para ajudar o pessoal a encontrar casa. Lá você divulga a sua vaga ou procura por uma. Simples assim.

resnt

Muitos dos posts têm fotos da vaga, mas eu não queria divulgar a casa de alguém, né.

5- Senha da Imigração Dublin

Se tem um grupo útil, é esse. Ele funciona assim: todos os dias os membros que estão na imigração postam, de tempo em tempo, qual o número do ticket que está. Por exemplo:

im

Ou seja, você pega a sua senha de manhã (por exemplo, 150), vai pra aula e fica de olho no grupo. Vai perguntando em que senha está. Aí você pode ter uma noção de quanto tempo vai ter que esperar, e quando tem que ir pra lá. Se 11:32 está em 108, acho que daqui uma hora pode estar perto do 150. Aí você não precisa passar quatro ou mais longas entendiantes horas naquele banco desconfortável da Imigração, ouvindo crianças chorando e correndo de um lado para o outro. É realmente muito útil.

Fico feliz de ver que a comunidade brasileira aqui em Dublin tenta se ajudar. Acho que é muito legal.

A gente se vê por aí!

0

Tutorial: Pegando o ônibus em Dublin

Olha quem voltou com mais um tutorial! Tava na hora, né. Muito bem, hoje falarei do querido e amado ônibus.

1° Passo – Aonde você vai?

Antes de mais nada, você precisa saber onde estão os pontos que você vai embarcar e sair. Para isso nós usamos o Google Maps.

2015-04-17 20.17.45

No exemplo usei a minha rota de ônibus de todo dia. Ou seja, eu entro no ponto chamado “Willsbrook Estate” e saio no “Trinity College”. Não precisa se preocupar porque dentro do ônibus tem um sistema de som que informa qual o próximo ponto, mas mesmo assim eu sugiro ficar com o celular na mão.

Aqui o Google diz pra pegar o ônibus 25B.

2° Passo – Quanto vai pagar e como?

Se você está indo com dinheiro, entre no Calculador de Tarifas do Dublin Bus. Se estiver de Leap Card, pule esse e o próximo passo.

cats

Em vermelho, o número do ônibus que você vai pegar. Em roxo, o sentido. Em verde, o ponto que você entra no ônibus. Em azul, o ponto que você desce. Clica ali no botãozinho.

sdgjl

Então você vai pagar 3.30 para ir até o centro. Isso se você não tem o Leap Card e vai de dinheiro.

3° Passo – Entrando no Busão

Dinheiro: a primeira coisa que você faz é se dirigir ao motorista e dizer para onde você vai. “I’m going to Trinity College”. Ele vai te dizer que o preço é 3.30. Você despeja suas moedas no buraco na janelinha e ele te dá um ticket que é a sua passagem. Fique com ela até o final da viagem porque o fiscal te dá uma multa se você não tiver ticket. Importante: você tem que dar o dinheiro exato, porque o motorista não vai te dar troco. Se você não tiver o valor certo, ele te dará um papel que equivale ao troco e você tem que passar em um posto do Dublin Bus pra pegar seu troquinho de volta. (puta trabalho, vai de moedinha mesmo amigo)

Leap Card: Aqui temos duas opções. A primeira é: você encosta seu cartão na maquininha que fica na esquerda e a tarifa padrão será cobrada. A segunda é: você pede pro motorista descontar exatamente o preço da distância. Nesse caso você vai até ele e fala que vai para tal lugar, e ele desconta o dinheiro certo.

Agora você senta e relaxa. Quem sabe vai até no andar de cima pra apreciar a vista? É bem legal.

4° Passo – Saindo do Busão

Você não precisa encostar seu Leap Card na máquina de novo.

Você vai ouvir o nome do seu ponto no alto falante e vai apertar o botão de parar. Aí você agradece o motorista e deseja um bom dia, desce do ônibus, e segue sua vida.

_____________

Um aplicativo muito bom e que eu recomendo é o Moovit. Nele você consegue ver os horários que seu ônibus vai passar e ele até mesmo dá uma de Google Maps e te guia pelo caminho. Além de a interface dele ser muito fofa e simples de usar. Para baixar o Moovit clique aqui (android) ou aqui (ios).

queria eu estar recebendo para promover o app ;-;

É isso, fellas. Não é tão difícil quanto parece, e a vista do segundo andar é até que bem legal. O serviço de ônibus é sempre pontual, muito eficiente e seguro, por isso use e abuse. Espero que isso ajude qualquer um que vá pegar o transporte público em Dublin!

A gente se vê por aí!

0

Utilidades: Leap Card

Tudo bom, minha gente? Hoje queria trazer um post informativo, porque afinal é importante saber as coisas e ir preparado, certo?

Por esse mesmo motivo, venho falar do Leap Card.

ele é bonitinho assim mesmo

O Leap Card é tipo um Bilhete Único de São Paulo, apesar de ser mais bonitinho e, infelizmente, não ter a incrível opção de pegar até 4 transportes por uma única tarifa em até 3 horas. Mesmo assim, ele consegue uns descontos incríveis no sistema de transporte público.

OPA! Falou em desconto, falou comigo.

Sim, nós estudantes chegamos com o dinheiro muitas vezes contado, por isso é importante salvar cada centavo possível, certo? Os descontos são de até 11% no Dublin Bus, 17% no LUAS e 18% no DART, Commuter Train e outros trens que vão por Dublin.

Por exemplo, antes de ter o Leap Card, eu gastava 6 euros comprando a passagem de ida e volta da escola. Com ele, gastava 4,82. Agora que consegui o Leap Card de estudante, gasto 4 euros ida e volta para casa. Um baita desconto.

O Leap Card pode ser comprado em lojinhas de conveniência, supermercados e afins, além de algumas máquinas de ticket nas estações de trem e LUAS venderem. Normalmente elas têm uma placa em cima dizendo que há Leap Cards disponíveis ali. O meu comprei na máquina da Tara Street Station (a que fica de frente para a lojinha vermelha, não as do lado de fora).

O preço do Leap Card é 10 euros, e junto com a compra dele você deve carregá-lo com pelo menos 10 euros. Quando você for embarcar no transporte, encoste-o na maquininha.

Guia prático:

O Leap Card funciona assim: quando você encosta o cartão na maquininha, uma tarifa padrão será descontada dos seus créditos (acho que é 4,70). Você entra no transporte, e quando for descer/chegar na estação, encoste o cartão na maquininha da estação atual. Como o preço é cobrado pela distância percorrida, ele devolverá créditos pro seu cartão.

Exemplo: de manhã, eu passo na maquininha e ele desconta 4,70 dos meus créditos. Quando eu chego na estação que preciso, para sair encosto de novo na maquininha e ele me devolve 2,40 de crédito. Ou seja, o preço total da viagem foi de 2,30.

Atenção: na estação de trem você é obrigado a passar o cartão para sair, mas no LUAS não. Por isso, se você esquecer de encostar seu cartão na máquina quando chegar no seu destino final, a tarifa de 4,70 será cobrada, sem retorno do crédito. Isso é bem caro e não queremos gastar grana, lembra?

Como mencionei anteriormente, arranjei esses dias o meu Leap Card de estudante, que é mais ou menos assim:

(não sou eu, infelizmente)

Ele tem sua foto, seu nome, e o nome do seu colégio. Como eu já disse, ele oferece descontos maiores nos transportes, e isso é mais do que legal.

Para arranjar o seu também, você precisa do seu passaporte e da carta da escola que você provavelmente levou ao banco (a que tem o selo da escola, seu nome completo, seu endereço, etc). Você precisa ir ao Trinity College no centro de Dublin. A portinha que você tem que entrar é bem escondida, então eu recomendo fortemente você perguntar um “Hi, do you know where I get a student Leap Card?” pra um local ou funcionário.

Lá, você precisa preencher um folheto que fica em cima da mesinha com as suas informações (nome, escola, endereço, data de nascimento, etc), e aí você entra na fila. A moça te chama, você apresenta suas coisas, ela tira uma foto sua ali na hora e seu cartão sai (quentinho) da máquina. Mas atenção, o preço para ter seu Student Leap Card é de 15 euros.

A melhor coisa é que você pode entrar no site e cadastrar o seu cartão, assim você pode proteger seus créditos caso ele seja roubado ou perdido. Você também pode ver o histórico do seu cartão, e cadastrar vários ao mesmo tempo.

Resumindo: o Leap Card é um facilitador de vidas e eu recomendo você comprar um no segundo que colocar os pés em Dublin. Não seja trouxa que nem eu e fique uma semana usando dinheiro. Yep.

Para mais informações, acesse o site do Leap Card, e veja o post no blog Vida na Irlanda.

A gente se vê por aí!

0

Tutorial: Como pegar o trem/DART

Yay, quem não ama essas coisas? Fiquei nervosa pra caramba quando tive que pegar meu primeiro trem, então quis compartilhar isso.

Bom, vamos lá.

Antes de mais nada, você precisa saber para onde vai e que horas seu trem passa na estação que você está. Por isso eu recomendo o aplicativo do Irish Rail (disponível para Android e IOS), que funciona muito bem apesar de não ser visualmente atraente. Pelo menos ele cumpre sua função com honra. Para saber qual trem pegar, eu recomendo usar o Google Maps (funcionou pra mim).

2015-02-11 23.03.02

Na primeira aba, a principal, você digita a estação que você está e a estação que você quer ir. Ele vai te dar o horário que o trem passa na plataforma que você está, então seja pontual, já que ele raramente se atrasa. Quando você for pegar o trem, anote o nome dele (por exemplo, o que eu pego para parar na estação da Tara Street é o Dublin Pearse), assim você pode usar a outra guia mais facilmente.

2015-02-11 23.03.25

A última guia é a mais prática. Você digita a estação que você está e ele vai te dar todos os horários de todos os trens que passam na sua estação (imagem abaixo), por isso é importante saber o nome do seu trem antes de ir nessa guia.

2015-02-11 23.03.47

Por exemplo, eu pego o Dublin Pearse às 8:35, mas antes costumava pegar esse daí das 7:47. Como ele é sempre bem pontual, uma vez que você decora o horário, fica bem mais fácil. Você pode salvar suas estações principais nos favoritos (ali do lado esquerdo), que fica bem mais simples de ver os horários.

Ok, agora que você sabe quando passa seu trem, você precisa de uma passagem (a não ser que você tenha um Leap Card, mas vou presumir que você não tem). Em toda estação existem máquinas de bilhete. Você pode comprar por elas ou direto no balcão — novamente presumo que se for a sua primeira vez de trem/DART, você está nervoso e não quer falar com ninguém.

Chegue na máquina e vá na opção do meio, o Buy Ticket ou alguma coisa parecida. Lá você vai achar o nome do seu trem. Se você não achar nos principais, existe a opção de procurar por outros, então não se desespere.

Agora preste atenção porque eu me ferrei com isso da primeira vez: fique esperto na hora de comprar seu ticket. Ele pode ser Adult Day Return ou Adult Single. O primeiro é bilhete de ida E volta (não precisa de um novo), e o segundo é só ida. Óbvio que o de ida e volta é mais caro.

Ok, você clicou no lugar certo e conseguiu seu ticket. Agora só falta pagar. Enfie as moedas ou as notas na máquina, espere um pouquinho, e pronto, seu ticket e seu troco cairão na fenda na parte de baixo. SEU TICKET TEM QUE PARECER COM ESSE DAQUI:

2015-01-31 20.04.08

Não pegue um que tem um monte de letras. Eu peguei um achando que era o que eu tinha comprado e chegando na Tara Street eu não estava conseguindo sair, e o cara disse que eu tinha pegado um recibo de compra, não o meu ticket. Fiquei puta.

Ok, você comprou o seu ticket. Agora é hora de entrar na plataforma. Logo na entrada existem umas “catracas” que na verdade são de vidro. Você ENFIA seu ticket na fenda da frente (ou, se você tem Leap Card, encosta no painel) e espera ele sair na parte de cima. Quando ele sair, você puxa e a portinha de vidro abre, então você passa. Na dúvida, espere no canto e observe alguém fazendo.

Entramos na plataforma. Agora você precisa saber em qual dos lados o seu trem vem. Nesse caso é melhor perguntar pra alguém ou ver na telinha se aparece o nome do seu trem. Se faltar menos de dez minutos para ele chegar, o nome dele deve aparecer ali com o tempo estimado. Se não estiver, deve ser do outro lado. Para garantir, pergunte pra alguém.

O trem chegou. Você pode reparar que na porta existem dois botões, um verde e outro vermelho. O verde abre a porta. Quando o trem parar de vez, um aviso sonoro soa e umas luzes ao redor do botão verde piscam, e isso quer dizer que você pode apertar para a porta abrir. Atenção: a porta não abre a não ser que alguém de dentro ou fora aperte o botão.

Ache seu lugar e fique confortável. Uma voz anuncia toda vez, em inglês e em irlandês, qual a próxima estação, então não precisa se preocupar. Caso queira ser precavido, no aplicativo do Irish Rail, naquela terceira foto, você pode clicar no trem que você quiser e ele mostra todas as estações até a sua. Você pode acompanhar caso esteja com medo de descer na errada — eu estava assim — e acabar perdido.

Para descer do trem, aperte o botão verde do lado da porta, e ela se abrirá. Siga as massas na direção da saída. Passe na catraca do mesmo jeito que antes e pronto, você conseguiu com sucesso pegar o seu primeiro trem/DART.

A gente se vê por aí!

1

Guia Prático de Sobrevivência #1

Esse é um post que eu queria fazer faz um tempo, mas só agora tomei coragem e fui pesquisar as coisas direito. Aqui tem muita informação valiosa e pode-se realmente salvar uma vida com isso.

LAVANDO A ROUPA

Aprenda a não manchar suas roupas

O Guia Completo (separando por cor, entenda a etiqueta, produtos, etc)

Lavando roupas delicadas

Como lavar roupas íntimas na pia (em inglês) isso é bom principalmente em países de clima frio, já que aí você pode deixar secando no aquecedor e ter sempre uma disponível.

— Lavando sutiãs: na piana máquinaoutras dicas  (todos em inglês)

Quando lavar seu sutiã?

— Como lavar peças jeans 1 e 2

— Meias:  na pia (em inglês) – tirar o chulémeia-calça

— Manchas:  suor – vinhobatomcerveja – sangue – outras

Simbologia nas etiquetas

PASSANDO A ROUPA

Manual

Dicas

Vídeo

POUPAR DINHEIRO

Como economizar

Economizando energia

— Dicas 1, 2, 3

Como saber se sua conta de celular está vindo muito alta (inglês)

54 maneiras de poupar grana (em inglês)

Sete aplicativos para ajudar nas finanças

Sites de controle de finanças

Por enquanto esse é só o primeiro Guia Prático. Mas mesmo assim acho válido salvar essas dicas, porque nunca se sabe, né?

A gente se vê por aí!

0

Primeiro(s) dia(s) de aula e… Doente?

Pois é. Como mencionado no título, estou doente. Nada demais, na verdade, só uma tosse e um nariz escorrendo. Mas é o suficiente pra sentir como se eu não pudesse ficar acordada mais de 6 horas direto. Acho que virei um bebê.

Ontem não teve post porque estava super cansada e começando a ficar mal, então fui dormir cedo (algo que planejo fazer daqui a pouco).

O primeiro dia de aula foi bem legal. Gostei muito do meu professor e da minha turma. A gente viu uns temas interessantes e falou sobre várias coisas. É uma aula bem interativa. Super recomendo.

Ontem também foi a minha primeira experiência pegando o Dublin Bus, então imagina hahaha Na verdade, o motorista foi bem legal e simpático comigo, já que eu nem sabia como fazia essas coisas.

Caso você vá pegar o ônibus ou o trem, esses sites são uma boa: DublinBus (nele dá pra calcular qual será o preço da sua passagem, então você tem que saber onde vai embarcar e desembarcar, e você pode ver o horário que seu ônibus vai passar em tal ponto), e o Irish Rail (pro trem, que é o que eu mais uso, já que morar em Dublin 15 requer quase 1 hora de buso até o centro). Não gosto muito do site, acho bem confuso, por isso prefiro usar o aplicativo (tem pra android e iphone), que é uma maravilha e funciona super bem.

O pessoal da escola me chamou pra ir num pub na sexta, então estou um pouco animada. Sábado eu tenho uma visita agendada pra ver um apartamento em Dublin 4, a primeira que consegui  \o/  Todo dia estou mandando e-mails e tentando marcar mais visitas, quero me livrar dessa tarefa o mais rápido possível.

Não tenho muito mais o que falar, a não ser que a parte de trás do meu pescoço tá doendo. Por isso acho que vou dormir agora, já que tenho que acordar cedo amanhã.

A gente se vê por aí!